Como eu perdi o medo de falar em público

Posted by on 30 de Janeiro de 2012 in Desenvolvimento Pessoal, Marketing de Rede | 12 comments

Como eu perdi o medo de falar em público

Hoje vou contar-te um pouco da minha história de como eu superei o medo de falar em público.

Como eu era antes

Era insegura, com muitos medos, tímida e acreditava que isso de falar em público nunca seria para mim.
Mas há 7 anos atrás o bichinho do Marketing de Rede entrou em mim, nessa altura eu comecei a perceber que para se ter sucesso tens que desenvolver várias capacidades e competências.
E a competência que neste momento penso ser essencial é a de falares em público. Este falar em público pode ser para uma pessoa, 20 pessoas ou até um pavilhão cheio com mais de 10.000.
Isto porque no Marketing de Rede nós desenvolvemos a capacidade de contar histórias, somos contadores de histórias e isso acontece quando estás a frente de alguém.
A dada altura eu decidi que tinha que ultrapassar esse medo, tinha que me superar para poder contar a minha história.

Quando comecei

Um dia falei com o meu upline e disse-lhe que queria fazer a conferência online, na empresa de marketing de rede com que trabalhava no momento. Lembro-me como se fosse hoje, no dia agendado, andei o dia todo a transpirar, com um bando de borboletas no estômago. Quando chegou a hora de fazer a conferência, falei tão rápido, tão rápido que o Sílvio Fortunato no final quase teve que repetir tudo outra vez. Escondi-me num quarto da minha casa e ninguém pode entrar nele durante duas horas. Eu tremia, transpirava e mesmo sem ninguém me ver, estava com o rosto todo vermelho quase a explodir.
Na segunda vez que fiz a conferencia online, falei tão devagar que o coitado do Sílvio teve que dizer várias vezes para eu apressar o “passo”. Mas lembro-me que continuei escondida naquele quarto cá de casa, o mais afastado de todos.
No meio deste percurso nós mudamos de companhia de Marketing de Rede e passado algum tempo as conferências na Internet voltaram. Nessa altura só havia eu, o Rui Lemos, o Rui Gabriel e o Sílvio Fortunato, éramos os únicos que sabíamos que tínhamos que estar à frente, é lógico que a equipa já existia mas todos tinham o mesmo medo que eu. Nessa altura na minha cabeça só pensava “a equipa precisa de mim, não os posso deixar mal ou que o medo me vença” e avancei.
Nem imaginas, continuava a esconder-me, o bando de borboletas ficava no estômago a andar às voltas.
Passado algum tempo apercebi-me que já deixava a porta aberta, que não ficava tão nervosa, que a coisa começava a ser natural. Comecei também nessa altura a dar formação ao grupo, percebi que as pessoas ouviam o que tinha para dizer e que era reconhecida por isso. Nem imaginas como comecei a ficar com mais segurança, cada vez mais à vontade, até que a coisa já era normal e até já fazias as conferências com a minha filha ao meu lado.
O pior foi um dia em que tinha terminado a formação e recebi um telefonema da Carla Antunes, na véspera de um grande evento. Ela disse-me “Bia tens que me substituir amanhã no evento, não consigo falar porque me canso muito”. A Carla estava já no final da gravidez e cansava-se muito a falar.
Nem imaginas como fiquei, para mim falar nas conferencias online já era canja, era fácil, já não me sentia mal, era normal, mas em público isso ainda não tinha conseguido superar, naquela altura ela disse-me, “não há mais ninguém tens que ser tu e sei que tu consegues”. Na minha cabeça começaram a desenvolver-se mil e uma desculpas, mas nenhuma me saia pela boca, pois a equipa precisava de mim, o que me saiu da boca foi um SIM muito tímido.
E assim fiquei sentada, a menos de 12 horas do evento com a apresentação dos produtos da nossa companhia.
Naquele dia eu era a segunda oradora da manhã, claro que estava a tremer que nem varas verdes, o bando de borboletas voltou novamente a atacar o meu estômago, fiquei vermelha que parecia um tomate, mas a medida que fui ficando naquele palco e fixando-me em pessoas que eu conhecia comecei a relaxar e a descontrair.
No final a sala levantou-se toda a aplaudir, toda a equipa me veio felicitar e senti-me bem em cima do palco.

Hoje

Hoje é cada vez mais fácil, ainda fico ruborizada, mas sei que vai passar, já houve eventos em que 5 minutos antes de começar o evento o meu grande amigo e upline Mário Carreira me diz “Prepara-te que vais subir ao palco comigo” e eu vou, o que acontece é que depois o Mário deixa-me sozinha, sei que o faz para que eu me desenvolva e que perca o medo e me sinta confortável.

São cada vez mais as oportunidades que tenho que falar em público e cada vez mais as histórias de superação que eu tenho. Lembro da primeira vez que fiz a apresentação da minha oportunidade ao vivo, e tantas outras.
Espero sinceramente que um dia tu também contes a tua história de como perdes-te o medo de falar em público e que tenhas por trás de ti uma equipa que te empurra para o sucesso como eu tive.

Obrigada a todos os que acreditaram em mim primeiro do que eu.

Beijinho Grande e Forte Abraço

12 Comments

  1. VOcê poderia criar um infoproduto sobre como perder o medo de falar em público!

    Abraços,

    Caio

  2. Bia muito legal a sua história de superação, parabéns e me ajuda muito a também superar esse medo e ansiedade para poder fazer excelentes apresentações.

    Tudo isso é importante para o nosso crescimento e nos ajuda a melhorar em tudo que fazemos..

  3. É isso mesmo Vivian, são dicas para colocarmos em prática no nosso dia a dia nas apresentações.

  4. Olá Caio
    Obrigada pelo teu contacto e já esta a caminho o infoproduto basta estares atento. 😉
    Sucesso
    Bia Pomar

  5. Bia, muito obrigado pela tua versão das coisas. Porque para quem está fora dos medos, é sempre difícil saber o porquê de ser tão difícil de a ultrapassar. Mas eu vi, senti e vejo aquilo que evoluíste, hoje és um animal de palco, os espectadores bebem as tuas palavras e a tua presença é quase divina.
    Covém estares preparada porque outros palcos te esperam. E concordo devias preparar um produto digital sobre este tema, já que é uma linda estória de superação. Beijoca

  6. Olá Rui
    Obrigada pelo teu apoio e pelos puxões são muito importante e produtivos.
    Sucesso

  7. Olá Bia Pomar:
    * “medo de falar em público”, este é o fantasma que ronda a maioria das pessoas.
    * Gosto muito de falar em público, mas antes de começar fico muito tenso.
    * Porque será? Mesmo falando ao telefone isto me afeta muito.
    * Aqui neste incrível artigo, que parece ser escrito para mim, rsrsrs, tem imensas dicas para vencer este “fantasma’.
    * Sou grato à Bia por expor a todos nós a sua dificuldade que é ou foi a nossa; assim temos a oportunidade de nos aprimorar.
    * NOTA 10 para a BIA descrevendo os medos de falar em público. RECOMENDO VIVAMENTE que leiam o seu grande conteúdo.

  8. Ola Bia
    A tua historia veio directo ao meu coraçao, por isso queria partilhar contigo a mesma experiência. Eu era tao timido tao timido, que até tinha dificuldade em me sentar a uma mesa com desconhecidos. Porém a coragem de te “atirares ao lago” da-te uma recompensa cuja devisa é a auto estima. Hoje quase me disputo alegremente com os meus colegas para fazer as apresentaçoes em publico. A tortura transformou-se em prazer. Nunca pensei! nem o poderia pensar, pois que para o compreender foi preciso vivê-lo. E é assim o nosso processo: fazendo, aprendendo e vivendo, sem cessar! Arranjàmos um grande “emprego”, nao achas?

  9. Excelente Bia, quem te vê em palco, parece que tu nasces-te lá.
    És um grande exemplo Bia, uma inspiração e grande líder.
    Sucesso Bia.
    Um abração deste teu colega e amigo de caminhada rumo aos nossos sonhos.

  10. Pois é Newton, todas as pessoas têm este medo só que uns superam e outros desesperam.
    Com o tempo vais ver que as borboletas no estômago vão desaparecendo e é cada vez mais fácil falar em público, é um hábito que adquirimos.
    Mas como todos os hábitos temos que treina-los e melhora-los.
    Sucesso

  11. Olá Francisco
    Encontramos um “emprego” em que nos divertimos e o melhor de tudo nos superamos todos os dias e com isso atingimos um desenvolvimento pessoal verdadeiramente incrível.
    Parabéns pela tua superação adoro ouvir-te é um privilégio.

  12. Olá Carlos
    Ainda te lembras como eu era no início?
    Tu és daquelas pessoas que conhece o meu antes e depois, acompanhas-te o meu processo e incentivaste-me.
    Obrigada Amigo

Trackbacks/Pingbacks

  1. Como eu perdi o medo de falar em público | MarketingdeRede.com - [...] mais em: Eu. o Marketing de Rede e o Internet Marketing…
  2. Eu Consegui Superar o Medo de Falar em Público, Tu Também Podes! | Eu. o Marketing de Rede e o Internet Marketing - […] ebook sobre falar em público, chorei muito, tive muitas lembranças dos tempos em que ficava com a barriga cheia…

Submit a Comment

CommentLuv badge


SEO Powered By SEOPressor